sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Do meu amor absurdo...

"E dizer coisas que não podem ser ditas.
É tão silencioso.
Como traduzir o silêncio do encontro real entre nós dois?
Dificílimo contar.
Olhei pra você fixamente por instantes.
Tais momentos são meu segredo.
Houve o que se chama de comunhão perfeita.
Eu chamo isto de estado agudo de felicidade".

(Clarice Lispector) 





2 comentários:

  1. palavras são desnecessárias quando os olhos falam

    lindo seu espaço Gis!

    beijos cintilantes

    ResponderExcluir